Wesley Diego da Silva, de 26 anos, foi sepultado na manhã desta terça-feira (25). Ele trabalhava em um restaurante em Porto Alegre. Polícia segue em busca dos suspeitos, que levaram a mochila e o celular do jovem.

O corpo do jovem Wesley Diego da Silva, de 26 anos, foi velado e sepultado nesta terça-feira (25) em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele foi morto durante um assalto na manhã de segunda-feira (24), após três disparos de arma de fogo.

No velório, uma família destruída pela violência. A despedida foi reservada aos parentes e amigos, mas o pai da vítima aceitou conversar com a equipe da RBS TV.

“É uma dor insuportável, insuportável”, define o pai de Wesley, Carlos Silva. “Um pai enterrar um filho… Normalmente, o filho enterra o pai”, desabafa, inconformado.

Wesley faria 27 anos na semana que vem e planejava festa de aniversário — Foto: Reprodução/RBS TV
Wesley faria 27 anos na semana que vem e planejava festa de aniversário — Foto: Reprodução/RBS TV

Wesley faria 27 anos na semana que vem e planejava festa de aniversário — Foto: Reprodução/RBS TV

Wesley trabalhava em um restaurante em Porto Alegre. Ele estava indo cortar o cabelo quando foi assassinado . O crime aconteceu por volta das 9h30, com sol e movimento na rua Guanabara. A polícia segue à procura dos suspeitos que levaram a mochila e o celular do jovem.

“Um menino de ouro, moleque de ouro, 26 anos… Semana que vem, estaria fazendo 27 aninhos”, lamenta o pai.

Pai de Wesley se despediu do filho na manhã desta terça-feira (25) em Viamão — Foto: Reprodução/RBS TV
Pai de Wesley se despediu do filho na manhã desta terça-feira (25) em Viamão — Foto: Reprodução/RBS TV

Ele já preparava uma comemoração de aniversário com os amigos. Esse foi só um dos planos interrompidos pela violência.

“A única coisa que a gente pede é que não seja só um na estatística. Que ele seja um exemplo para que as autoridades tomem providências mais severas”, desabafa o pai de Wesley.

Polícia busca suspeitos

Assassinato aconteceu na Rua Guanabara, no bairro Santa Isabel, em Viamão  — Foto: Reprodução/RBS TV
Assassinato aconteceu na Rua Guanabara, no bairro Santa Isabel, em Viamão — Foto: Reprodução/RBS TV

De acordo com a polícia, os assaltantes se aproximaram em um carro e tentaram pegar a mochila de Wesley. Eram pelo menos dois bandidos. Um deles atirou e acertou o rosto da vítima. Testemunhas contaram à polícia que o jovem teria resistido a entregar os pertences.

“A vítima estava caminhando em via pública e, ao que consta, estava indo cortar o cabelo. Na frente desse local em que ingressaria, acabou sendo abordado por esses indivíduos que estavam no veículo. Reagiu, não quis entregar a mochila e o celular, e acabou sendo alvejado pelo disparo de arma de fogo”, detalha a delegada Jeiselaure de Souza.

A família conta que Wesley já tinha sido assaltado outras duas vezes na mesma rua onde acabou morto. Na mochila que ele carregava, estava a carteira, o celular e o uniforme do trabalho.

A Brigada Militar afirma que trabalha de acordo com as demandas de cada região e que, agora, vai fazer um patrulhamento mais intenso na área onde o crime aconteceu.

Investigadores estão buscando pistas e ouvindo testemunhas. A polícia disse que já tem imagens de câmeras de segurança que mostram o carro usado no crime, mas elas não foram divulgadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui