BM estava fazendo uma operação policial de rotina, quando começou o confronto. Soldados Rodrigo da Silva Seixas e Marcelo de Fraga Feijó foram encaminhados ao HPS, mas não resistiram. Duas pessoas foram presas.

Dois policiais militares e um suspeito morreram em uma troca de tiros na noite de quarta-feira (26) na Vila Maria da Conceição, na Zona Leste de Porto Alegre. A Brigada Militar fazia uma operação policial de rotina na região. Ao chegarem a um beco, próximo à Rua Paulino Azurenha, esquina com a Avenida Bento Gonçalves, os PMs entraram em confronto com criminosos.

Os dois policiais, Rodrigo da Silva Seixas e Marcelo de Fraga Feijó, foram baleados. Eles foram levados ao Hospital de Pronto Socorro, mas não resistiram. A dupla trabalhava no Pelotão de Operações Especiais do 19º BPM.

Dois soldados morreram em um confronto. Polícia realizou cercos na região para encontrar os responsáveis — Foto: RBS TV/Reprodução
Dois soldados morreram em um confronto. Polícia realizou cercos na região para encontrar os responsáveis — Foto: RBS TV/Reprodução

O velório do soldado Feijó será a partir das 18h no cemitério Serapião José Goulart, em Viamão. O corpo do soldado Seixas será velado na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul. O horário ainda não foi informado.

O suspeito que morreu no confronto tinha 44 anos. O filho dele, de 19, também estava no tiroteio e foi preso. Durante a madrugada, a polícia realizou cercos na região, e mais uma pessoa foi presa portando uma arma e drogas.

O local do confronto é conhecido por ser ponto de tráfico no bairro Partenon. Durante a madrugada, muitos policiais emocionados foram até o Hospital de Pronto Socorro, onde a morte de um dos PMs foi confirmada, para prestar solidariedade.

Marcelo de Fraga Feijó e Rodrigo da Silva Seixas foram mortos em confronto — Foto: Divulgação/BM
Marcelo de Fraga Feijó e Rodrigo da Silva Seixas foram mortos em confronto — Foto: Divulgação/BM

A BM publicou uma nota dizendo que “quando tomba um de nós, perde-se muito mais que um brigadiano. Perde-se um filho. Perde-se um pai. Perde-se um esposo. Perde-se um pedaço de nossas almas e corações”.

O governador Eduardo Leite também se manifestou no Twitter sobre a morte dos policiais.

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, disse nas redes sociais que lamenta o fato.

A Polícia Civil também se solidarizou com a BM. A instituição ressaltou que “lamenta a perda de dois colegas policiais que morreram em serviço, essa noite, na Zona Leste de Porto Alegre. Quando um de nós tomba, tombamos todos juntos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui