Mulher foi presa pela Polícia Civil de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, e encaminhada ao Presídio Estadual Feminino Madre Pelletier, em Porto Alegre. Ela foi sentenciada a seis anos de prisão no regime semiaberto, e já cumpriu oito meses.

Mulher foi presa nesta terça-feira (6) e encaminhada à prisão — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Mulher foi presa nesta terça-feira (6) e encaminhada à prisão — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma mulher de 41 anos, condenada a seis anos de prisão pela morte do ex-companheiro em Jaú (SP), foi presa em Novo Hamburgo nesta terça-feira (6). Ela foi detida durante uma ação da Polícia Civil, na qual foi identificada a sentença expedida pela Justiça de São Paulo. Nesta quarta-feira (7), ela foi encaminhada ao Presídio Estadual Feminino Madre Pelletier, em Porto Alegre.

O crime ocorreu em 2012. Segundo a polícia, ela confessou o assassinato do companheiro a facadas devido ao relacionamento abusivo e sucessivas agressões dele. A mulher cumpriu oito meses de prisão preventiva, mas conseguiu um habeas corpus e aguardou a sentença em liberdade.

Há cerca de um ano, ela se mudou para Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, onde tinha um novo relacionamento. Ela foi presa durante uma ação da Polícia Civil, na qual foi constatado o mandado de prisão no nome dela expedido na semana anterior, no dia 2 de agosto.

De acordo com o artigo 121, paragrafo 1º, do Código Penal, em caso de homicídio “sob o domínio de violenta emoção”, o juiz pode reduzir a pena de um sexto a um terço. A defesa deve pedir a transferência da execução penal para o Rio Grande do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui