Homem de 20 anos foi capturado no fim da tarde desta segunda-feira (26). Irmã da vítima foi atingida no pescoço com golpes de faca e está internada em estado grave.

Suspeito foi preso no fim da tarde de segunda (26), em Cachoeirinha. Conforme delegado, a ex havia obtido medida de proteção contra ele — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Suspeito foi preso no fim da tarde de segunda (26), em Cachoeirinha. Conforme delegado, a ex havia obtido medida de proteção contra ele — Foto: Polícia Civil/Divulgação

O suspeito de tentar esfaquear a ex-companheira e ferir a ex-cunhada, em Cachoeirinha, Região Metropolitana de Porto Alegre, na manhã de domingo (25), foi preso no fim da tarde desta segunda-feira (26). O homem, de 19 anos, deve ser denunciado por tentativa de feminicídio e por duas tentativas de homicídio. A polícia pedirá à Justiça a prisão preventiva do suspeito.

A ex-companheira, de 23 anos, foi encaminhada para o Hospital Padre Jeremias, em Cachoeirinha, e recebeu alta logo após o atendimento.

Já a irmã, que é gêmea, foi encaminhada para o Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre. Ela foi atingida no pescoço, próximo ao ouvido esquerdo, com lesão na artéria carótida, o que causou grande sangramento. Ela está em coma induzido, em estado grave.

Segundo o delegado Mauricio Barison Barcellos, a ex tem medida protetiva de urgência contra o suspeito prevista na Lei Maria da Penha desde abril deste ano.

Neste fim de semana, desobedecendo a restrição, ele invadiu a casa onde estava a ex-companheira e feriu a mulher na frente do filho deles, de um ano e oito meses de idade. O marido da ex-cunhada do suspeito foi quem conseguiu tirar a faca do agressor e desarmá-lo. Depois disso, ele fugiu e só foi capturado nesta tarde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui