Empresa teria sido afetada por um vírus de resgate, que impediu a utilização de alguns sistemas computacionais. Fábrica de motos da Honda em Manaus (AM)
Rafael Miotto/G1
A Honda suspendeu parte da produção global de automóveis e motocicletas, após ter sido alvo de um ataque hacker. Além de fábricas, a operação de serviços ao consumidor e serviços financeiros também foi afetada.
O ataque aconteceu na noite de segunda-feira e forçou algumas das fábricas da montadora a interromper as operações, pois a empresa precisava garantir que seus sistemas de controle de qualidade não fossem comprometidos, de acordo com a agência Reuters.
A praga foi do tipo ransomware, um vírus de resgate, que geralmente embaralha informações e arquivos dos computadores, impossibilitando o uso. Vírus de resgate são assim chamados porque exigem que a vítima desembolse uma quantia financeira para restaurar arquivos e o funcionamento de sistemas “sequestrados”.
Segundo informações do portal The Verge, não há evidências de que informações pessoais foram acessadas ou perdidas com a brecha.
Por causa do problema, os serviços de pagamento aos consumidores foram afetados e usuários reclamaram em redes sociais sobre os sistemas, que estão fora do ar.
Initial plugin text
A produção foi retomada na maioria das fábricas nesta terça-feira (9), mas a principal fábrica nos Estados Unidos, em Ohio, bem como as da Turquia, Índia e Brasil, continuam paralisadas, pois o ransomware prejudicou os sistemas de produção da empresa, disse o porta-voz que falou com a agência Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui