Aproveitando a alta do dólar, agricultores negociam grão antes mesmo da colheita. Segundo associação, 35% da safra já foi comercializada. Safra de soja do ano que vem é vendida com antecedência em Goiás
Os grãos de soja só vão ser plantados em setembro, mas a safra de Goiás está praticamente vendida, antes mesmo da colheita que só acontece em 2021.
O planejamento comercial é muito importante e a antecipação das vendas é a maior dos últimos anos, de acordo com a Associação dos Produtores de Soja de Goiás. Mais de 35% da safra já foi vendida. Nesse mesmo período do ano passado, a venda antecipada foi de 10% da colheita.
Os agricultores querem garantir o melhor preço, aproveitando que o dólar está em alta.
O produtor Angelo Gazarini, de Jataí, no sul do estado, já comercializou 70% da safra. Além da venda, ele também conseguiu comprar os insumos agrícolas antecipadamente: conseguiu bons preços em adubos, inseticidas e sementes comprados no início do ano, antes da escalada do dólar.
Na fazenda de Silomar Gabriel, em Rio Verde, sudoeste de Goiás, a soja que vai ser colhida só em janeiro do ano que vem está sendo negociada desde maio, com 90% da produção já em contratos por causa dos preços atrativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui