São oferecidas 337 vagas para profissionais que vão atuar no combate à pandemia do novo coronavírus, nos hospitais da rede estadual de saúde. Enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos em atendimento no Hospital de Campanha Estadual, no Ginásio Verdão, em Teresina
Divulgação/Sesapi
A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) abre nesta segunda-feira (15) as inscrições do processo seletivo simplificado para contratação temporária e imediata de 337 profissionais dos níveis superior e técnico. Os aprovados vão atuar no combate à pandemia do novo coronavírus, nos hospitais da rede estadual de saúde. A remuneração varia de R$ 1.500 a R$ 10.800.
As vagas são para os cargos de: assistente social (1), biomédico (3), farmacêutico (3), médico diarista (4), médico plantonista (62), médico obstetra (8), médico infectologista (1), enfermeiro diarista (1), enfermeiro obstetra plantonista (5), enfermeiro plantonista (67), fisioterapeuta plantonista (16), técnico de patologia clínica ou análise clínica (2), técnico de enfermagem (155), técnico em radiologia (8) e técnico em farmácia (1).
Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí
O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas
Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado
As inscrições seguem até dia 17 de junho. Elas serão feitas através do site, mediante preenchimento de formulário online e envio de documentação exigida no edital.
A seleção dos candidatos será realizada pela Comissão Específica da Secretaria de Estado da Saúde, por meio de avaliação curricular. O resultado final será divulgado no dia 24 de junho de 2020.
Os candidatos selecionados atuarão prioritariamente em hospitais, podendo ser lotado em unidade que possuem leitos de terapia intensiva, leitos clínicos e/ou leitos de estabilização. O trabalho será em regime de plantão ou diarista.
O processo seletivo tem prazo de validade de seis meses, podendo ser prorrogado pelo prazo necessário à superação da situação de calamidade pública.
Decretos determinam distanciamento social
Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.
Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.
O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.
Prevenção, contágio e sintomas
Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia da covid-19
É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui