Estimativa anterior era de queda de 20%, mas flexibilização de bloqueio permitiu início de recuperação de atividades empresariais. A economia da França deve encolher menos do que o esperado no segundo trimestre uma vez que as atividades empresariais começaram a se recuperar em maio, depois da flexibilização de um bloqueio nacional, informou a agência oficial de estatísticas Insee nesta quarta-feira (17).
A Insee disse que a segunda maior economia da zona do euro deve recuar 17% no segundo trimestre, após uma previsão do mês passado de contração de 20%.
A agência estimou que a economia está funcionando 22% abaixo dos níveis normais após o lockdown – imposto em meados de março – ter sido relaxado em 11 de maio. A atividade francesa caiu 33% em abril.
Protesto de profissionais de saúde em Paris, na França, tem confrontos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui