Segundo delegado, criminosos se passavam por motoristas de caminhão e registravam ocorrência pelo roubo da carga. Estimativa é de que pelo menos 100 desvios tenham ocorrido. Dez pessoas foram presas, sendo nove em Uberlândia e Uberaba, e uma em Itumbiara (GO)
TV Integração/Reprodução
Delegados da Polícia Civil de Passos, no Sul de Minas, e Uberlândia, explicaram na tarde desta quarta-feira (17), como funcionava o esquema de roubo de cargas realizado em todo país por investigados em Uberlândia, Uberaba e Itumbiara (GO). Ao todo, dez pessoas foram presas nas operações “De Grão em Grão” e “Passolongo”.
Veja também: Suspeitos de desvio de cargas no país são presos no Triângulo Mineiro e no sul de Goiás
De acordo com delegado regional de Passos, Marcos Pimenta, o grupo criminoso atuava em todo o país roubando cargas de soja, feijão, ferro e álcool em gel. Eles se cadastravam em uma plataforma de fretes e durante o transporte registravam boletins de ocorrência pelo roubo da carga.
“Eles obtinham informações de onde a carga deveria ser retirada e se registravam em uma plataforma on-line chamada Fretebras. A empresa contratava os motoristas para que o transporte da carga fosse feito. No trajeto, os motoristas alegavam que teriam sido vítimas de furto e roubo, até com registro de Boletim de Ocorrência em outro estado e, assim, não levantavam suspeita da polícia”, explicou Pimenta.
Segundo a polícia, foram seis meses de investigação até a deflagração das operações. A estimativa é de que pelo menos 100 desvios de cargas tenham sido realizados pela quadrilha nos últimos 10 meses. O foco principal dos criminosos era o Triângulo Mineiro, São Paulo e Goiás.
“A ação em nossa região se deve ao posicionamento geográfico que Uberlândia tem no contexto nacional. Nós estamos no centro do país. Nossa malha viária permite ligação com qualquer lugar do país”, afirmou o chefe do departamento de Polícia Civil em Uberlândia, Marcos Tadeu de Brito.
O prejuízo estimado é de cerca de R$ 15 milhões. Dos dez presos nas operações, nove foram pegos em Uberlândia e Uberaba, e uma pessoa foi presa em Itumbiara (GO). Foram apreendidos, ainda, quatro veículos de carga e duas armas de fogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui