Nos dois hospitais públicos da cidade, em março eram 23 internações com suspeita de Covid-19, e neste mês já foram 96. Hospital Padre Albino, em Catanduva
Reprodução/TV TEM
A situação de internações começa a preocupar as autoridades de saúde em Catanduva (SP). A ocupação dos leitos nos dois hospitais públicos da cidade vem crescendo. São pacientes com sintomas gripais, que podem ser coronavírus ou não.
Os hospitais são o Padre Albino e o Emílio Carlos. Nos dois, tanto o número de internações de suspeitos com Covid-19, tanto os confirmados, estão crescendo desde março. Confira os números de internações abaixo.
Março
Suspeitos: 23
Confirmados: 1
Abril
Suspeitos: 51
Confirmados: 5
Maio
Suspeitos: 87
Confirmados: 25
Junho
Suspeitos: 96
Confirmados: 44
Diante desses números, a diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino, que coordena os hospitais, confirmou que há a preocupação com o crescente número de internações.
Os hospitais de Catanduva atendem também a população de outras 18 cidades da região.
“As nossas taxas estão elevadas e isso é preocupante, o número de casos tem aumentado nos últimos dias. Se atingirmos a totalidade, a solução é o hospital de Novo Horizonte, preparado com UTI e enfermaria. Mas pedimos para a população fazer a valer o isolamento e as medidas protetivas para o vírus não se espalhar”, afirma Renata Rocha Bugatti, diretora de saúde da fundação.
Quando a semana começou, Catanduva tinha 213 casos confirmados da doença, 13 mortes e 130 casos curados. Nesta sexta-feira (19), a cidade termina a semana com 346 casos confirmados (133 a mais do que no início da semana), 17 mortes e 204 pacientes curados.
Os números também preocupam a Secretaria de Saúde.
“Apesar da rede municipal de saúde, unidades básicas de saúde ainda absorverem os casos mais leves, o que preocupa são os casos graves, que precisam de internações. Alguns dias a taxa de ocupação de enfermaria do SUS tem sido alta, cenário recorrente nos últimos dias. Temos também a falta de medicamentos necessários para manter os pacientes internados, o que preocupa também”, afirma o secretário de Saúde, Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior.
Número de internações em Catanduva aumenta desde março
Reprodução/TV TEM
Initial plugin text
Veja mais notícias da região em G1 Rio Preto e Araçatuba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui