Estudo feito pelo órgão apontou um total de 727 cargos acumulados pelos funcionários. Prática fere a Constituição Federal. TCE identifica indícios de acumulação indevida em 327 servidores em SC
O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE) identificou 327 servidores do estado com acumulação indevida de funções. O estudo foi realizado em 2019 pelo órgão e apontou ainda um total de 727 cargos acumulados pelos funcionários. De acordo com o TCE, a prática fere a Constituição Federal.
O órgão localizou funções inativas e ativas identificadas em todas as esferas, sobretudo em âmbito municipal e estadual.
Conforme o estudo do TCE, 260 servidores acumulavam duas funções, 61 três funções e, em outros seis funcionários, foi identificado o acúmulo de quatro funções, cada uma delas com salários diferentes.
Veja mais notícias do estado no G1 SC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui