Várias áreas dos Estados Unidos informaram grande números de infectados pela doença. Os mercados acionários nos Estados Unidos recuaram nesta terça-feira (7), acelerando as perdas perto do fechamento, com investidores realizando lucros um dia após o S&P 500 ter registrado sua maior série de ganhos neste ano e em meio a novas altas de casos de coronavírus nos EUA.
O Dow Jones recuou 1,51%, para 25.890,18 pontos, o S&P 500 teve queda de 1,08%, para 3.145,32 pontos, e o Nasdaq cedeu 0,86%, para 10.343,89 pontos.
O S&P 500 valorizou-se mais de 40% em relação à mínima de fechamento em março.
Grandes áreas dos Estados Unidos informaram dezenas de milhares de novas infecções pelo coronavírus. Nova York ampliou a determinação de quarentena para visitantes de mais três Estados, enquanto a área da Grande Miami retrocedeu no processo de reabertura.
Wall Street
Lucas Jackson/Reuters
“É um pouco de um recuo depois de um movimento significativo de cinco dias no mercado, juntamente com as preocupações normais sobre o vírus e Mester (Loretta Mester, presidente do Federal Reserve de Cleveland) falando sobre um longo caminho para a recuperação”, disse Michael Antonelli, estrategista de mercado da Baird em Milwaukee.
Mester afirmou em entrevista à CNBC que o ressurgimento de casos do coronavírus ao redor do mundo está deixando consumidores mais cautelosos e que mais estímulos fiscais são necessários para ajudar a economia a se recuperar totalmente da crise.
O Nasdaq registrou outro recorde intradiário e manteve os ganhos durante boa parte da sessão, antes de encerrar o dia em queda.