O contrato do petróleo Brent para setembro fechou em queda de 0,05%, a US$ 43,08 por barril, enquanto o do WTI para agosto recuou apenas um centavo, a US$ 40,62 por barril. Os contratos futuros do petróleo fecharam em leve queda nesta terça-feira (7), mas bem próximos da estabilidade, devolvendo as perdas vistas mais cedo conforme o dólar moderou também os seus ganhos.
O contrato do petróleo Brent para setembro fechou em queda de 0,05%, a US$ 43,08 por barril na ICE, em Londres, enquanto o do WTI para agosto recuou apenas um centavo, a US$ 40,62 por barril. O índice dólar DXY, por sua vez, operava, no meio da tarde desta terça, em alta de 0,22%, a 96,939 pontos.
Campo terrestre de exploração de petróleo da Petrobras no Nordeste
Divulgação
Os investidores aguardam, agora, os dados oficiais de estoques americanos da commodity, que serão divulgados nesta quarta (8) pelo Departamento de Energia dos EUA.
Uma mistura de “indicadores econômicos positivos”, contrabalançando “o crescente número de casos de covid-19 nos EUA”, está mantendo os preços em torno de seus níveis atuais, disse Louise Dickson, analista de mercados de petróleo da Rystad Energy.
Enquanto a taxa de infecção aumentou, a taxa de mortalidade ainda está por vir e, “se os Estados americanos estão fazendo políticas com base no número atual de mortes, será tarde demais para reativar bloqueios mais rígidos”, diz Dickson.