Cidades já restringiram circulação de pessoas na última semana. Decretos começam na noite de sexta-feira (31) e se estendem até segunda (3). Ruas de Pedro Osório sem movimentação no último sábado (25)
Divulgação / Prefeitura de Pedro Osório
As prefeituras de Alegrete, na Fronteira Oeste e Pedro Osório, na Região Sul decidiram repetir o lockdown neste fim de semana, como fizeram na última semana. A intenção é diminuir a propagação do coronavírus nos municípios.
Em Alegrete, a prefeitura decretou o fechamento total das atividades de comércio e serviços a partir das 21h30 de sexta-feira (31) até às 6h de segunda (3).
Apenas poderão funcionar serviços essenciais como farmácias, postos de combustível, hospitais, serviços funerários, hotéis e restaurantes com serviço de tele entrega. Quem for flagrado circulando pela cidade, sem ser para um comércio essencial, será multado em R$ 183.
De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, Alegrete tem 213 casos confirmados da doença e dez mortes.
Entenda o que é o lockdown
Alegrete decreta novo lockdown neste fim de semana
Em Pedro Osório, o lockdown começa às 22h de sexta e termina às 6h de segunda-feira. Continuam em funcionamento durante o final de semana hospitais, farmácias, postos de combustível apenas para abastecimento e funerárias.
Comércios de gêneros alimentícios estão liberados até às 13h de sábado (1º). A rodoviária também ficará fechada.
De acordo com a prefeitura, a multa por andar sem máscara e por aglomeração, a partir de três pessoas, varia entre R$ 100 e R$ 500 reais. Em caso de estabelecimentos comerciais, a fiscalização pode fechar o local.
A cidade tem 13 casos confirmados de coronavírus e três mortes.
Outra cidade em lockdown
O município de São José do Norte, também na Região Sul, já havia decreto na segunda-feira (27), lockdown para o fim de semana na cidade. Ele será feito da meia noite de sexta às 6h de segunda.
Só poderão funcionar farmácias e clínicas veterinários por telentrega ou pegue e leve; postos de combustíveis; serviços médicos; transporte de táxi ou aplicativo. Só será permitida a circulação de pessoas nas ruas se for para um destes serviços.
A multa para quem descumprir é de R$ 96 reais, para pessoas físicas, e R$ 480 para empresas.
Decreto visa restringir a circulação de pessoas em São José do Norte
Reprodução / RBS TV