O seguro não paga este tipo de crime e a reposição de um veículo custa R$ 400 mil, segundo sindicato. Ônibus em chamas em Belo Horizonte
Reprodução/TV Globo
Sete ônibus foram queimados neste ano, em Belo Horizonte, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SetraBH). Como o seguro não cobre ações desta natureza, a reposição de um veículo, como os que estão sendo queimados, é de R$ 400 mil para as empresas.
Em nota, o sindicato lamentou a perda de mais um ônibus em um incêndio criminoso na noite deste sábado (12). Em cinco dias, três ônibus foram queimados na capital, sendo que dois passavam pela estação São Gabriel.
Neste domingo (13), por causa dos crimes, houve redução do horário das viagens, para, segundo o sindicato, “preservar a segurança de profissionais e passageiros, que se mostraram apreensivos com os recentes ataques na Região Norte de Belo Horizonte”.
Após ataques a ônibus, viagens são encerradas mais cedo e passageiros ficam sem transporte
O sindicato ainda afirmou que o sistema de transporte coletivo está passando por dificuldades financeiras em razão da pandemia de Covid-19. Com isso, as empresas não têm como repor de imediato os veículos.
O SetraBH destacou que, além da perda material e financeira das empresas, “o maior prejudicado com esse tipo de ação criminosa são os passageiros”.
A mando de presidiários
Para a Polícia Militar, os crimes podem ter sido feitos a mando de presidiários já que, antes de alguns ataques, foi deixado bilhete com os seguintes dizeres: “A partir de hoje se não parar com a opressão dentro da [Penitenciária] Nelson Hungria e retirar o diretor, vamos começar a matar os agentes e acabar com Minas”.
A Polícia Civil de Minas Gerais disse que os incêndios estão sob investigação. Os trabalhos são realizados por policiais do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) e agentes lotados nas delegacias das áreas em que os incêndios aconteceram.
Peritos estiveram nos locais para coletar materiais que pudessem auxiliar na identificação dos suspeitos.
Ônibus incendiado no bairro Jardim Vitória, em Belo Horizonte
Reprodução/TV Globo
Veja vídeos do Monitor da Violência: